Google anuncia novos recursos de
privacidade, segurança e proteção nos seus serviços

 

O Google revelou uma série de novos recursos de privacidade, segurança e proteção, esta semana, na sua conferência anual de desenvolvedores, Google I/O. As últimas iniciativas da gigante de tecnologia visam proteger seus usuários contra ameaças cibernéticas, incluindo ataques de phishing e sites maliciosos, ao mesmo tempo em que fornecem mais controle e transparência sobre seus dados pessoais.

 

Em seguida mostramos uma pequena lista dos recursos recém-introduzidos :

 

  • Melhor controle e transparência de dados
  • Relatório de Verificação Dark Web do Gmail
  • Exclusão do histórico de pesquisa do Google Maps sem esforço
  • Navegação segura alimentada por IA
  • Expansão da API de segurança de conteúdo
  • Sobre esta imagem
  • Exibição de spam no Google Drive

Entre os recursos recém-introduzidos, o primeiro da lista é o controle de dados aprimorado e a transparência. O Google lançou uma atualização para o seu sistema operacional Android que permite aos usuários controlar melhor a partilha de localização por meio de aplicativos instalados nos seus dispositivos.

 

A empresa comunicou que está a expandir os relatórios da dark web para todos os usuários com uma conta do Gmail nos EUA para alertar se seus dados confidenciais estiverem circulando em sites não indexados pelos mecanismos de pesquisa.

 

O recurso, que foi disponibilizado inicialmente para assinantes do Google One em março de 2023, permite escanear a dark web em busca de informações de identificação pessoal, como nomes, endereços, e-mails, números de telefone e números de CPF, e buscar orientação adequada.

 

Uma terceira opção com foco na privacidade lançada pela gigante da tecnologia é a capacidade de excluir pesquisas recentes do Maps com um único toque, em vez de remover o histórico de pesquisa do Maps da Web & App Activity.

 

Outros recursos notáveis incluem uma nova API de navegação segura e uma exibição de spam no Google Drive, semelhante ao Gmail, que separa automaticamente arquivos potencialmente nocivos ou conteúdo abusivo, que podem ser analisados pelos usuários.

 

O gigante da pesquisa comunicou ainda que está a expandir a sua API de segurança de conteúdo para sinalizar material de abuso sexual infantil (CSAM) em conteúdo de vídeo, além de lançar uma ferramenta “Sobre esta imagem” que oferece aos usuários mais contexto para garantir acesso confiável a informações confiáveis, como quando uma imagem ou imagens semelhantes foram indexadas pela primeira vez pelo Google

 

As atualizações chegam uma semana depois que o Google habilitou logins sem senha usando chaves de acesso em contas do Google em todas as plataformas.

 

No mês passado, a gigante da tecnologia também promulgou uma nova política de exclusão de dados que exige que os desenvolvedores de aplicativos ofereçam uma “opção facilmente detectável” aos usuários de dentro e fora de um aplicativo.

Partilhe este artigo

Comente